Agenda Cultural

Fusões no Cinema

CaminhosCinema

FusoesCinema

 

O Cinema, sendo uma das manifestações artísticas mais recentes, nasceu e cresceu numa época dinâmica e tecnológica, funcionando muitas das vezes como instrumento pedagógico e educacional. Com um forte relevo no contexto da aprendizagem das novas tecnologias, tem sido fundamental como veio de passagem de informação e conteúdo formativo, implementando e fundindo todas as outras correntes artísticas que, com o Cinema, passaram a ser passíveis de ser registadas com o espírito devido. Qualquer área académica e científica pode ser inspirada pela arte e manifestada pela imagem em movimento, criando uma simbiose entre aquilo que quer ser mostrado e como se quer que se mostre. O foco da câmara passa por vezes a representar aquilo que a boca daquele que ensina quer transmitir, inaugurando muitas das vezes um diálogo que – tendo o filme como plúmula – se torna mais transversal. Estimulando a discussão esperta-se cumulativamente o conhecimento, que é assim analisado sob um ponto de vista académico e educativo. 

O III Simpósio, este ano realizado convenientemente num espaço intitulado Museu da Imagem e do Movimento (m|i|m|o) em Leiria, pretende apresentar-se como um lugar de cultivo do interesse pelo cinema. Através da apresentação e discussão de trabalhos de pesquisa académica, criar-se-ão momentos de discussão para o escolar e curioso, unindo-se estes pelos reflexos e influências que o Cinema implementa na sociedade contemporânea.

Os Caminhos Film Festival pretendem mostrar o caráter da cinematografia portuguesa.
Como tal, programamos diferentes seleções e secções no festival

[CONSULTE AQUI A PROGRAMAÇÃO DO FESTIVAL]

SPRC e GEFAC unidos para divulgar e promover a cultura popular portuguesa

SPRC e GEFAC unidos para divulgar e promover a cultura popular portuguesa

As XVI Jornadas de Cultura Popular do Grupo de Etnografia e Folclore da Academia de Coimbra coincidem, também, este ano, com as comemorações do 50.º Aniversário do GEFAC, sendo-lhes, por esse motivo, dedicadas.

Ler mais...

Bonifrates

Cooperativa Bonifrates, com o seu projeto Júnior, vai iniciar nova temporada com a peça "Óscar e a senhora cor de rosa", de Éric-Emmanuel Schmitt, com versão cénica e encenação de João Paulo Janicas, nos dias 7 outubro às 21h30, 8 outubro às17h00, 15 outubro às 17h00, 21 outubro às  21h30 e 28 outubro às  21h30 na sua sala-estúdio, na Casa Municipal da Cultura de Coimbra.

OscarSenhoraCorDeRosa

Uma história de amizade entre um rapazinho de 10 anos, Óscar, internado num hospital, onde vive com outras crianças suas amigas, e uma senhora, já de uma certa idade, que faz companhia aos doentes. Nada de especial até aqui… não fora o facto de a medicina já não ter esperança para Óscar… Neste espectáculo teatral, numa perspetiva educativa, procura-se abrir caminhos para falar do que não podemos calar: a doença, a morte e um sentido para a doença, a morte e um sentido para tudo isto que nos dói.

Na construção deste espetáculo, a Cooperativa Bonifrates teve a colaboração do Hospital Pediátrico de Coimbra.

A reserva de bilhetes pode ser efetuada através do email bonifratesbilheteira@gmail.com ou pelo telefone 916 615 388.  Os preços dos bilhetes são os seguintes: NORMAL – 7 €; ESTUDANTES, + 65 ANOS e PROTOCOLOS – 5 €; CLUBE DE AMIGOS e GRUPOS (+ 10 elementos) – 4 €; CRIANÇAS E JOVENS ATÉ 15 ANOS  – 3 €

O espectáculo não é aconselhável para menores de 6 anos e tem a duração aproximada de 80 minutos (sem intervalo).

Os bilhetes das reservas devem ser levantados até meia hora antes do espectáculo, após o que poderão ser vendidos.

Visite-nos em www.bonifrates.com

Convento São Francisco

ConventoSaoFrancisco

ConventoAbrilDanca

ANTES QUE MATEM OS ELEFANTES 
de Olga Roriz 
7 abril | 21h30 
M/12 
Duração: 100m 

AntesQueMatemOsElefantes

Por onde reabrir caminho, qual o tema, a terra, o objetivo? À procura de nós, dos nossos detritos. 
Em frente… sempre em frente não olhar para trás. Olhos fechados sem querer pensar, o frio, o medo do frio, a fome. 
Ali em lugar nenhum, lugar perdido, duro, rasgado. Ali, o lugar da ânsia do desconhecido. Memórias de estômago vazio. 
A escuridão, o corpo colado a outro corpo e a outro e a outro… O filho de encontro ao peito, cobertor às costas e malas, sacos, bonecos, entre uma outra pequena mão de carne e osso. 
Pés devastados, pisados de cada poeira. As pedras… O céu espesso, um céu aberto e a cabeça a estalar. Já não se sabe da dor, já se perdeu a ira. 
A dúvida, a insegurança e a pequenez cansa. 
Perdido o mínimo poder, perdida a dignidade, cansa. 
Demolida a última réstia de humanidade, cansa. 
E porquê eu? 

Olga Roriz Out. 2015 

 Bilhetes  
8€|Geral 
7€|≤30; estudante; ≥65;≥10 elementos 
5€|Especial: destina-se a grupos organizados de professores e alunas/os de dança, mediante envio de pedido para geral@coimbraconvento.pt 

\\

 WORKSHOP 
“ANTES QUE MATEM OS ELEFANTES” 
Com André de Campos 

M/14 
GRATUITO
08 abril (carga horária 6h) – 
10h00/ 13h00 – 14h30/17h30 
Lotação máxima: 20 / alunos de dança, pessoas com experiência em dança 

Territórios de partilha coreográfica. 

Neste workshop pretende-se propor aos participantes a experimentação de processos coreográficos, inspirados na peça da Companhia Olga Roriz, “Antes que matem os Elefantes”, que estará em cena no dia 7 de Abril. 

O objetivo principal será abordar repertório da peça e os enunciados coreográficos em que esta se baseou, procurando estabelecer um contacto informal com os participantes, baseado na sua individualidade, curiosidades e questões que tenham acerca do trabalho da Companhia Olga Roriz. 

O trabalho irá desenvolver-se à volta de questões centrais para a criação da peça: Conflito e Sobrevivência. A partir destas questões iremos, em conjunto, à procura de perguntas e outras possibilidades físicas que irão para além da própria peça coreográfica. 


ASSIM, TIPO…DANÇA CONTEMPORÂNEA 
de Tiago Rodrigues/Companhia Instável 
13 abril | 21h30 
M/12 
Duração: 60m 

AssimTipoDancaContemporanea

A nova criação da Companhia Instável é assinada por Tiago Rodrigues. O ator, encenador e dramaturgo propõe um espetáculo "com iguais doses de ironia e ingenuidade", que promove o cruzamento da dança contemporânea com outras expressões artísticas, levando o grupo a experimentar diferentes processos criativos. 
Pedir a um artista de teatro para criar uma peça para bailarinos é assim tipo dança contemporânea. 
Começar a criar uma peça por pedir às pessoas mais diversas para descreverem em tempo real o que vêm quando um bailarino dança é assim tipo dança contemporânea. 
Obedecer ao relato das pessoas mais diversas para construir uma coreografia é assim tipo dança contemporânea. 
Acreditar que qualquer pessoa pode ser um coreógrafo é extremamente assim tipo dança contemporânea. 
Não saber completamente o que vai acontecer em palco quando o espetáculo começa é assim tipo dança contemporânea. 
Ter um título para a peça onde se encontram doses iguais de ironia e ingenuidade é, sem sombra dúvida, assim tipo dança contemporânea. 

 Bilhetes  
8€|Geral 
7€|≤30; estudante; ≥65;≥10 elementos 
5€|Especial: destina-se a grupos organizados de professores e alunas/os de dança, mediante envio de pedido para geral@coimbraconvento.pt 

\\

OFICINAS DE DANÇA CONTEMPORÂNEA 
M/12 
GRATUITO
Com Liliana Garcia · 11 abril | 18h30 – 20h00 (carga horária 90m) 
Com Diletta Bindi · 12 abril | 18h30 – 20h00 (carga horária 90m) 
Lotação máxima: 20 / Dirigido a pessoas com e sem experiência. 

Que tipo de dança é esta a que chamamos Contemporânea? Como se faz? Quais são os seus movimentos? Como se transmite? 
São estas as questões de que partimos para esta oficina, baseada no espetáculo de Tiago Rodrigues – ASSIM TIPO DANÇA CONTEMPORÂNEA onde vamos explorar os movimentos de cada um e as possibilidades da sua transmissão. 


CORPO MAPA LIVRO 
de Marina Nabais e Joana Pupo 
21 abril | 14h30 | Escolas 
22 abril | 16h00 | Crianças e Famílias 
M/6 
Duração: 50m 

CorpoMapaLivro

«Corpo-Mapa-Livro é uma peça que desarruma a biblioteca. Parte do Livro, enquanto objeto específico e como indutor de experiências transformadoras do Corpo. Propõe uma multiplicação de vivências plásticas, que levam à descoberta de novos espaços e sentidos. 

Um jogo poético de entradas e saídas, que nos levam numa viagem onde se revelam novos Mapas. Abre-se uma dimensão do livro, enquanto mapa e lugar da viagem corporal, e uma dimensão do corpo, enquanto inscrição de um processo traduzível em livros. Uma peça para um público que já lê e que dá conta de si mesmo enquanto leitor dinâmico e em crescimento». 

 Bilhetes  
4€|Geral 
6€|Especial Famílias (válido para 2 adultos + 2 crianças até 12 anos ou 1 adulto e 3 crianças até aos 12 anos 
2€|Especial escolas e grupos; ≥10 elementos


CECI N’EST PAS UN FILM
Dueto para maçã e ovo de Paulo Ribeiro 

28 abril | 14h30 | Escolas – M/12) 
29 abril | 16h00 |Crianças e Famílias– M/6 
Duração: 60m 

CeciNestPasUnFilm

Em Ceci n’est pas um film, Paulo Ribeiro não tem a pretensão de ilustrar um filme com dança. A intenção é proporcionar uma viagem por imagens de passado e imagens de futuro, que conduzem ao dueto de maçã e ovo, que por sua vez, sugere a elevação do amor. Amor que se torna possessivo, exigente, dependente, desesperado, exaltado, sufocante; mas também patético, cómico, trágico-cómico, lúdico, frívolo, virtuoso, sinuoso, cabotino e esvaziado. Amor que derrapa nos fantasmas da negritude da alma e da hiperatividade como forma de exorcizar a ilusão ou a desilusão! 

Sem narrativas fechadas, sem dramaturgia esmagadora, sem a obrigação de tudo perceber, os dois intérpretes em palco conduzem-nos por um mundo de sentidos que são os da vida na sua configuração mais simples de se afirmar. Em simultâneo e, indelevelmente, convocam Magritte a acompanhar-nos. 

 Bilhetes  
4€|Geral 
6€|Especial Famílias (válido para 2 adultos + 2 crianças até 12 anos ou 1 adulto e 3 crianças até aos 12 anos 
2€|Especial escolas e grupos; ≥10 elementos 


VESPA 
de Rui Horta 
29 abril | 21h30 
30 abril | 17h00 
M/16 
Duração: 60m 

Vespa

Uma peça sobre uma cabeça a explodir, sobre o que nem sequer falhámos porque nos coibimos de cumprir. 

Na dupla condição de voyeur, a do outro e a de si próprio, o público compõe o tétris do personagem em cena, desafiando a sua própria conceção do registo público e privado. Este solo é uma possibilidade, uma fractal, marca fugaz. 

Rui Horta é um veterano selvagem. Só essa condição lhe permite hoje a ousadia e a obstinação de voltar ao palco após 30 anos de ausência. Ou é ou não é. Então, que seja. Que haja luz, fogo, dor e, sobretudo, corpo. Que haja um raio que ilumina e destrói. Mas que haja. Que seja. 

Uma vespa dentro da cabeça, um zumbido a roer o pensamento. 

 Bilhetes
8€|Geral 
7€|≤30; estudante; 
≥65;≥10 elementos 
5€|Especial: destina-se a grupos organizados de professores e alunas/os de dança, mediante envio de pedido para geral@coimbraconvento.pt 


ATUAÇÃO DE ALUNOS DE DANÇA DA FLIC/FLAC 
29 abril | 17h00 
GRATUITO 


PorUmFio

Por um fio
Visita Guiada | Performance 

Uma visita organizada pelo PEMP - Projeto Educativa e de Mediação de Públicos, em que se conhecem os espaços do convento através de uma performance levada a cabo por uma intérprete. 

Em permanência no convento 

Lotação: 25 participantes 
(≥ 6 anos) 
Gratuito 


Bilheteira – 239857191 | Projeto Educativo e de Mediação de Públicos – 239857193 | geral@coimbraconvento.pt

Museu Machado de Castro

MuseuMachadoCastro copy

Programa de voluntariado

 
DGPC-MNMC

O Museu Nacional de Machado de Castro tem já uma consolidada experiência no acolhimento e envolvimento de voluntários, sendo atualmente, desejável que mais candidatos colaborem, disponibilizando-se para apoiar atividades que se prendem com as áreas de acolhimento ao público e orientação de visitas.

Neste sentido, informa-se que estão abertas as inscrições neste Museu para as áreas mencionadas no âmbito do Programa de Voluntariado.

As inscrições deverão ser submetidas online através do site do Museu e da DGPC onde está disponível uma ficha de inscrição.Inscrição on line http://www.dgpc.pt/voluntariado/

Contamos consigo!


Museu Nacional de Machado de Castro
Coimbra
Telefone +351 239 853 070
Fax +351 239 853 079
geral@mnmc.dgpc.pt | servicoseducativos@mnmc.dgpc.pt | http://www.museumachadocastro.pt

 

Teatro Viriato

TeatroViriato logo

 
MÚSICA | 06 MAI
ORQUESTRA GULBENKIAN
direção PAUL MCCREESH

No âmbito do programa de comemoração dos 500 anos da Misericórdia de Viseu, a Orquestra Gulbenkian regressa a Viseu com um concerto na Sé de Viseu. 
 
Uma oportunidade de conhecer o prestigiado trabalho deste coletivo, que surgiu em 1962, inicialmente constituído por 12 músicos e que conta, nos dias de hoje, com 66 instrumentistas. 
 
A Orquestra Gulbenkian interpreta um amplo reportório, desde o classicismo até à música contemporânea. 
 
Sendo uma referência musical em Portugal, esta orquestra distinguiu-se também em muitas das principais salas de concerto do mundo. Já aturam igualmente em diversas localidades do país, contribuindo desta forma para a descentralização do acesso à música. Saiba mais...
 
 
 
DANÇA | 07 MAI
PROJETO CONTINUADO (2015)
de JOÃO DOS SANTOS MARTINS

Em 2011, tive a oportunidade de participar, em contexto pedagógico, na reinterpretação da peça Continuous Project Altered Daily (1970) de Yvonne Rainer, a partir de arquivos disponíveis e testemunhos de artistas. Nesse momento, surgiram tensões de trabalho que viriam a materializar-se na peça em si: um processo de trabalho transformado em experiência estética que reivindicava o labor coreográfico enquanto produto artístico. Estava literalmente em causa a forma como um grupo de indivíduos interagia e negociava um conjunto de ações entre si, num processo que tanto era naturalizado quanto induzido coreograficamente. Neste projeto, continuado, damos seguimento a esta “ideia” de coreografia enquanto tecnologia que verifica, ativa e transforma relações entre indivíduos. Recorrendo a objetos da história da dança, aos seus contextos e ideologias, e à sua relação com música, procurámos rever e operar sobre a forma como a coreografia e a dança estabelecem padrões ideológicos que fixam ou colocam em questão os regimes éticos e estéticos dominantes.
 
João dos Santos Martins 
Saiba mais...
 
 
 
PERFORMANCE | 11 a 19 a 24, 26, a 27 e 31 MAI
REVISITAR
de LEONOR BARATA e PATRÍCIA PORTELA
 
Depois da experiência de Visitas Dançadas, com quase três anos de intervalo, Leonor Barata regressa ao Museu Nacional Grão Vasco (MNGV) para o revisitar, para o observar de novo e voltar aos mesmos lugares, com novos olhos e novos gestos, na certeza de encontrar diferentes sensações e sentidos. Para a bailarina e coreógrafa, o MNGV merece, assim, uma nova proposta, na qual, de forma não tradicional e não formal, levante novas questões sobre a sua coleção permanente. 
 
Habitá-la, comentá-la, espantando-se sempre com aquilo que esta transmite. Recorrendo à dança e ao discurso dramatúrgico, e com a cumplicidade da artista multidisciplinar Patrícia Portela, Leonor Barata propõe uma nova viagem. Saiba mais... 
 
 
 
 
OFICINA | 24 FEV | 18 MAI
ON MOVEMENT
orientação VANESSA CHRYSTIE

Capturar e representar o movimento tem sido um dos maiores desafios de sempre para todas as gerações de artistas. A partir da observação dos ensaios de três espetáculos de dança e tendo em conta algumas referências clássicas, Vanessa Chrystie desafia os participantes a explorarem o movimento na pintura.
 
Ao longo de três meses, os participantes terão a oportunidade de assistir ao trabalho da coreógrafa Clara Andermatt, dos intérpretes e coreógrafos São Castro e António Cabrita e do coreógrafo João Santos Martins, bem como de explorar as técnicas de Matisse, Degas e Toulouse Lautrec.
 
Com formação em ilustração, cerâmica, pintura, escultura, desenho e joalheria, Vanessa Chrystie tem exposto o seu trabalho individualmente e coletivamente, assim como tem participado em diversos concursos a nível nacional e internacional. Saiba mais... 
 
 
 
 
TEATRO | 20 e 21 MAI
O MISANTROPO
de MOLIÈRE | encenação NUNO CARDOSO

Texto satírico de enorme subtileza e inegável apuro formal, O Misantropo (1666) é uma análise impiedosa da sociedade e das suas regras que se mantém surpreendentemente atual, expondo diferentes relações de poder e jogos de enganos, numa oscilação constante entre a sinceridade e a hipocrisia, entre a atração e a repulsa pelas convenções. 
 
Integrado no ciclo Grande Teatro do Mundo, O Misantropo é uma grande comédia de Molière, em mais uma incursão do Ao Cabo Teatro no teatro clássico francês. A encenação conta com uma nova tradução, por parte de Alexandra Moreira da Silva, que tem como pressuposto o respeito formal pelo texto original, mas procurando uma nova compreensão da carga performativa e simbólica gerada pelo texto. Saiba mais... 
 
 
 
TEATRO | 26 MAI
IFIGÉNIA
de TIAGO RODRIGUES

preço especial para os 3 espetáculos 20€ // descontos não aplicáveis 
 
O encenador e diretor Artístico do Teatro D. Maria II, Tiago Rodrigues, embarcou no desafio de reescrever três tragédias gregas a partir da leitura de Eurípedes, Sófocles e Ésquilo. Três espetáculos diferentes criados com a urgência do nosso tempo, em diálogo com o reportório da tragédia grega, já tão distante mas infalivelmente atual. 
 
Estacionados na cidade de Áulis, à espera que o vento favorável lhes permita navegar para Troia e resgatar Helena, os gregos são surpreendidos por um terrível oráculo: Agamémnon, rei de Argos, teria que sacrificar a sua filha Ifigénia para que se voltasse a sentir o sopro capaz de mover as velas. Na reescrita de Tiago Rodrigues do texto de Eurípides, é pelas ondas da sua própria memória que vogam as personagens na tentativa de contar a história. Alguém se lembra do que estava a acontecer em Áulis quando tudo começa? Saiba mais... 
 
 
 
LEITURAS ENCENADAS | 27 e 28 MAI
BOCA ABERTA
conceção e seleção de textos INÊS FONSECA SANTOS e MARIA JOÃO CRUZ encenação CATARINA REQUEIJO

Tal como o Teatro, uma leitura encenada é uma porta de entrada no território inesgotável da imaginação e da brincadeira, sobretudo na infância, momento em que a capacidade de espanto e a vontade de descoberta permanece intacta. 
 
Nas leituras encenadas de Boca Aberta, pretende-se dar a conhecer textos, lançar questões, jogos e desafios que visam não só estimular a imaginação, mas, sobretudo despertar a curiosidade perante a palavra. 
 
Os textos a apresentar integram o Plano Nacional de Leitura, clássicos da literatura e obras de autores portugueses e estrangeiros de vários géneros. Saiba mais... 
 
 
 
TEATRO | 27 MAI
AGAMÉMNON
de TIAGO RODRIGUES

preço especial para os 3 espetáculos 20€ // descontos não aplicáveis

Dez anos foi o tempo que durou a longa ausência de Agamémnon, rei de Argos, na Guerra de Troia. Neste período, Clitemnestra comandou os destinos da cidade ao lado de Egisto, seu amante e velho rival de Agamémnon. Apenas o regresso do antigo rei prometia limpar o nevoeiro cerrado que se abatia sobre os cidadãos de Argos. Porém, Clitemnestra não esqueceu o sacrifício da filha Ifigénia. Nesses dez anos, foi alimentando a sua ira contra Agamémnon, que finalmente regressa. Esta é a história da sua desventurada festa de boas-vindas.
Saiba mais... 
 
 
 
TEATRO | 28 MAI
ELECTRA
de TIAGO RODRIGUES

preço especial para os 3 espetáculos 20€ // descontos não aplicáveis
 
Electra nunca perdoou a mãe, a rainha Clitemnestra, pelo assassínio do pai, Agamémnon. Reduzida à escravatura e a viver nos arrabaldes que circundavam Argos, Electra via na chegada de seu irmão Orestes, do qual havia sido separada na infância, a última esperança para finalmente saciar a sua sede de justiça. 
 
Mas o que acontece quando, para honrar a morte do pai, um filho é levado a tirar a vida à própria mãe? No reino de todas as questões, só a vingança trará algumas respostas. Saiba mais...

Casa da Esquina

CasaDaEsquina

MercadoTrocas

O Mercado de Trocas, projeto iniciado em 2011, pretende ser uma experiência para crianças e jovens com a economia solidária. 

É um exemplo de como podemos viver de forma mais sustentável e solidária, partilhando e prolongando a vida útil de bens materiais que para nós já não tem utilidade. Ao mesmo tempo é uma viagem pela cidade, pelo seu património edificado e equipamentos culturais.

Esta ideia de percorrer o património da cidade esbarra por vezes no desencanto que nos assola ao encontrarmos um edifício como o da Escola Secundária José Falcão, cuja importância, por ser um património exemplar da arquitetura modernista, contrasta com o seu estado de degradação.

O Mercado de Trocas viaja até à Escola Secundária José Falcão, para a sua XIX edição, associando-se ao movimento iniciado pela comunidade escolar no sentido de assegurar a sua revitalização. Este mercado é organizado pela Casa da Esquina, ECOSOL/CES, Escola Secundária José Falcão, Associação de Pais e Encarregados de Educação e Associação de Estudantes da Escola Secundária José Falcão.


AliceGeirinhas

Marquise - Visual Manifesto, Alice Geirinhas

Visual Manifesto  é um livro de artista.

Repetição. simetria. repetição. assimetria. repetição. rotação. repetição. translação.

35 padrões a preto e branco a partir do arquivo pessoal conjugados com 35 padrões a cores que registam o riscar dos marcadores e associados a uma palavra.

As palavras seguem uma grafia igual ou quase igual à da língua inglesa, assim como o título do livro. Visual e manifesto escrevem-se da mesma  maneira em ambas as línguas.

Cada página é uma história, sem principio nem fim, um pormenor.


Casa da Esquina
Rua Aires de Campos nº6
www.casadaesquina.pt
mail: geral@casadaesquina.pt
telefone: 239041397/ 929090628

http://nacasadaesquina.blogspot.pt/
https://www.facebook.com/casadaesquina

 

 

 

Teatro Aberto

TeatroAberto

Joana Grande

joanagrande@teatroaberto.com
Gabinete de Imprensa e Relações Públicas
Tlf. 213 880 086 | Fax 213 880 079 | www.teatroaberto.com

TE-ATO

TE-ATO (Grupo-Teatro de Leiria) – 1977/ 2012

Sala Jaime Salazar Sampaio
R.Pedro Nunes | transversal Arquivo Distrital – Biblioteca Municipal ALV

Contactos: 918 146 147 - 962 904 385 | teatroleiria@gmail.com | www.te-ato.com
facebook.com/Te-Ato-Teatro-Leiria

http://www.te-ato.com/

 

Museu da Ciência

MuseuCiencia

Laboratorio Chimico
Largo Marquês de Pombal3000-272 Coimbra
Tel. 239 85 43 50 | Fax 239 85 43 59 | E-mail: divulgacao@museudaciencia.pt

Está em... Home Agenda Cultural