RUC

André Carmo, FENPROF

“Só a tutela pode ter uma visão do sistema que não crie desigualdades entre IES”

André Carmo, membro do Conselho Nacional da FENPROF e do Departamento de Ensino Superior e Investigação deu uma entrevista à Rádio Universiudade de Coimbra. Esta entrevista, realizada no dia 10 de Abril, pode ser lida e ouvida no site da RUC [aqui].

A FENPROF enviou às redações um comunicado onde chamou a atenção para o acesso ao ensino superior dos alunos que estão agora a terminar o ensino secundário. Na nota dava-se conta de que os exames finais do ensino secundário, candidaturas e resultados do acesso, poderiam ter lugar, excecionalmente, após as férias de Verão, deslizando a abertura do ano letivo, em 2020/21, para um pouco mais tarde do que vem sendo habitual.

Na nota eram ainda identificados mais dois assuntos do ensino superior como preocupantes: a definição da “estratégia de retorno gradual à atividade presencial, sempre de acordo com as posições e orientações das autoridades públicas de saúde, não podendo essa decisão depender de cada instituição” e a avaliação dos alunos do ensino superior, que, a FENPROF entende “nem sempre poderá deixar de ter uma componente presencial”.

É sobre isso que André Carmo fala, mas também sobre problemas colaterais à situação que hoje se vive.

Está em... Home Última Hora ANDRÉ CARMO: “SÓ A TUTELA PODE TER UMA VISÃO DO SISTEMA QUE NÃO CRIE DESIGUALDADES ENTRE IES”