CNFenprof

Conselho Nacional da FENPROF
Definidas linhas de ação reivindicativa para 2021

Face à situação atual de bloqueio à negociação, o Conselho Nacional da FENPROF, reunido em Lisboa a 28 e 29 de maio, aprovou uma Resolução onde decide promover, ao longo do mês de junho, uma ampla campanha de trabalho nas escolas, com a realização de reuniões, plenários e outro tipo de contactos diretos com os docentes, reorganizando os núcleos sindicais, informando, debatendo e decidindo o prosseguimento da ação e da luta reivindicativas, pelo fim do bloqueio negocial na Educação e pela resolução dos problemas.

Resolução sobre Ação Reivindicativa aprovada pelo Conselho Nacional da FENPROF

O Conselho Nacional da FENPROF esteve reunido nos dias 28 e 29 de maio, em Lisboa, no auditório da Escola Secundária de Camões, para aprovar o Relatório de Atividades e as Contas da Federação relativas ao ano de 2020, bem como para analisar a situação político-sindical e definir a ação reivindicativa da FENPROF para o ano de 2021.

Face à situação atual de bloqueio à negociação, imposto pelo Ministério da Educação, o Conselho Nacional aprovou uma Resolução onde decide promover, ao longo do mês de junho, uma ampla campanha de trabalho nas escolas, com a realização de reuniões, plenários e outro tipo de contactos diretos com os docentes, reorganizando os núcleos sindicais, criando condições para a eleição de delegados, informando, debatendo e decidindo o prosseguimento da ação e da luta reivindicativas, pelo fim do bloqueio negocial na Educação e pela resolução dos problemas. Neste período, entre outras iniciativas, a FENPROF: 

  • proporá aos professores e educadores a aprovação de moções nas escolas a enviar a Primeiro-Ministro, Ministro da Educação e Grupos Parlamentares, contestando o bloqueio à negociação e reiterando a necessidade de serem aprovadas medidas que defendam a Escola Pública e garantam respeito pelos direitos e condições de trabalho dos seus profissionais;
  • realizará, frente ao Ministério das Finanças, em junho, uma iniciativa destinada a assinalar o 4.º aniversário da abertura das candidaturas ao PREVPAP, com a presença de docentes e investigadores cujos requerimentos foram deferidos há dois anos, mas ainda aguardam a finalização de um processos que já deveria ter permitido a regularização do respetivo vínculo laboral; 
  • organizará em 25 de junho, na Praça do Rossio, a "Feira dos problemas com soluções bloqueadas", com o objetivo de denunciar no espaço público a falta de soluções para os problemas que afetam os professores.

Resolução sobre Ação Reivindicativa aprovada pelo Conselho Nacional da FENPROF

Está em... Home Última Hora Conselho Nacional da FENPROF define linhas de ação reivindicativa para 2021