top of page

40.º Aniversário da FENPROF - Inaugurada a Exposição sobre José Salvado Sampaio


A figura, a personalidade, o trabalho e o exemplo de Salvado Sampaio de que se conhece a expressão “Gosto de ser contestado!” caracterizam o democrata que via o confronto como instrumento para ir ao encontro da luz.


Hoje, 20 de abril, foi inaugurada, no âmbito das comemorações do 40.º aniversário da FENPROF, na Galeria António Borges Coelho, Lisboa (SPGL), a exposição "Salvado Sampaio, o Homem e o Pedagogo". Esta exposição pode ser vista até 6 de maio.


Esta exposição pretende ser uma viagem pelas facetas diversas deste “homem notável”, licenciado em Ciências Histórico-Filosóficas pela Universidade de Coimbra, professor do ensino secundário, colaborador do Centro de Investigação Pedagógica do Instituto Gulbenkian de Ciência (1962-1980), Director de Serviços e Inspetor Superior na Direcção Geral do Ensino Básico entre Outubro de 1974 e Agosto de 1976; profundamente empenhado na renovação das antigas escolas do Magistério, grande impulsionador da educação pré-escolar e da escola pública democrática; dirigente sindical (CGTPIN e FENPROF); autor de numerosos estudos e textos publicados na imprensa, muitos deles com pseudónimo e também com a criatividade necessária para iludir o lápis azul da censura nos anos 60 e 70 do século passado.


Palavras como “mestre”, “amigo”, “homem de diálogo”, “rigoroso”, “sempre pronto a partilhar conhecimentos e reflexões”, “semeador de ideias”, destacaram-se nos expressivos depoimentos de quem conviveu diretamente com Salvado Sampaio, que “hoje estaria connosco, determinado, nos combates que temos de travar”, pela dignidade, pelo futuro.


“O Homem e o Pedagogo José Salvado Sampaio” (1921-2006) foi exposta pela primeira vez em outubro de 2010, no âmbito das comemorações do Dia Mundial do Professor, no Fundão.



salvado sampaio - notas para uma biografia
.pdf
Download PDF • 1.02MB

bottom of page