top of page

Calendário de lutas - Professores realizam vigílias em todo o país


Na sequência da realização de reuniões de articulação de diversas estruturas sindicais docentes foi acordado realizar um conjunto ações de luta e esclarecimento, distribuídas no tempo, em função dos calendários negociais, com o objetivo de exigir as condições necessárias para que a profissão docente tenha futuro.


A falta de atratividade desta profissão para os cidadãos mais jovens levanta sérias preocupações e é necessário tomar medidas que pressionem o governo a realizar as mudanças necessárias (não só em relação ao regime de concursos, mas também quanto ao tempo de serviço roubado, uma aposentação em momento de enorme desgaste profissional, horários desregulados e irregulares, uma enorme precariedade que continua a comprometer dezenas de milhares de professores, etc).


Os professores realizaram dois dias de greve (um específico e outro com outros setores da administração pública) e vários plenários, em que participaram, no conjunto, vários milhares de professores. Subscreveram um abaixo-assinado contra a contratação de professores pelos diretores e por outros entidades externas à escola. Realizaram uma concentração junto à Assembleia da República e participaram numa outra geral de todos os trabalhadores.


O protesto e a intervenção dos professores, designadamente quanto às intenções do ME para alterar o regime de concursos, obrigou a um recuo de João Costa que se viu agora obrigado a prosseguir as reuniões no primeiro trimestre de 2023 e a dar o dito por não dito. Porém, não se conhece qualquer proposta de articulado, apenas aquilo que foi transmitido em duas reuniões realizadas com recurso à projeção dos princípios gerais e do diagnóstico da situação.


Agendada está já uma grande manifestação nacional de professores e educadores para o dia 4 de março, a realização de novo abaixo-assinado, agora promovido pelas 8 (oito) organizações sindicais que, de imediato, avançam, também, para várias vigílias que se realizarão durante a próxima semana, com o seguinte calendário e locais:


VIGÍLIAS POR UMA PROFISSÃO DOCENTE COM FUTURO

TODAS ÀS 18:00 HORAS

12 de dezembro

NORTE

Braga – Praça da República (Arcada)

Porto – Praça dos Poveiros

Chaves – Praça de Camões (junto à Câmara Municipal)

Bragança – Praça Cavaleiro Ferreira

Vila Real – Avenida Carvalho Araújo (frente à Câmara Municipal)

Aveiro Norte e Viana do Castelo juntam-se com o Porto (Praça dos Poveiros)

13 de dezembro

REGIÃO CENTRO

Aveiro – Praça Joaquim Melo Freitas

Covilhã – Praça do Município

Coimbra – Praça da República

Guarda – Praça do Município

Leiria – Largo da República (Câmara Municipal)

Viseu – Rossio (junto à Câmara Municipal)

14 de dezembro

ZONA SUL

Portalegre – Praça da República

Évora – Largo Camões

Beja – Jardim do Bacalhau

Faro – Junto ao Teatro Municipal de Faro (relvado)

15 de dezembro

GRANDE LISBOA

Lisboa – Praça de Alvalade (frente à DGEstE)

Santarém – Largo do Seminário

Setúbal – Praça do Bocage (junto à Câmara Municipal)

Caldas da Rainha – Praça da República (Praça da Fruta)



bottom of page