top of page

FENPROF realiza 14.º Congresso Nacional dos Professores


Vai realizar-se em Viseu (Expocenter Viseu), nos dias 13 e 14 de maio, o 14.º Congresso da maior e mais representativa organização sindical de professores, educadores e investigadores em Portugal, a FENPROF.


Este Congresso conta com mais de 650 delegados, dos quais 85% eleitos nas escolas pelos docentes sindicalizados nos Sindicatos que integram a FENPROF. Para além dos delegados, estarão presentes muitos convidados nacionais e estrangeiros, estando confirmada a presença de 32 convidados, de 24 organizações de 16 países, com particular destaque para a presença de delegações dos países da CPLP, Europa e América Latina.


Na definição do tema central deste 14.º Congresso, a FENPROF não poderia ignorar a premente necessidade de assegurar a recuperação das aprendizagens, de combater as desigualdades acentuadas pela pandemia e a emergência na procura de soluções para a crescente falta de professores. Soluções que terão que passar, necessariamente, pela melhoria das condições de trabalho, por um verdadeiro combate à precariedade, pela recomposição da carreira, que tem vindo a ser desconstruída por sucessivos governos ao longo das últimas décadas, e por um efetivo investimento na Educação e na valorização da profissão docente: “É tempo de ser tempo dos professores!” é a palavra de ordem que atravessará os trabalhos deste Congresso.


O Congresso irá preparar a ação sindical para o futuro próximo, um futuro que começará a ser abordado, de imediato, junto dos partidos que, atualmente, debatem as propostas para Orçamento do Estado para 2022, e que se desenvolverá, posteriormente, ao longo de toda a legislatura que agora se inicia e que será indelevelmente marcada pela maioria absoluta resultante das eleições de 30 de janeiro de 2022.


O Congresso será, também, o momento de eleger a Direção da FENPROF para o próximo mandato – Secretariado Nacional, Conselho Nacional e Conselho de Jurisdição – e de proceder à indispensável avaliação do mandato dos corpos gerentes da Federação que agora cessa.


Para além do debate, o Congresso vai ser a oportunidade para realizar a cerimónia de entrega do Prémio de Novela e Romance Urbano Tavares Rodrigues, instituído pela FENPROF com o apoio da SABSEG, que, em 2021, distinguiu o romance de João de Melo, Livro de Vozes e Sombras. Trata-se de um romance onde o autor «retoma a sua reflexão sobre Portugal, sobre África e a guerra colonial que viveu, acrescentando agora pela primeira vez a história da FLA e do separatismo açoriano». Para o júri, Livro de Vozes e Sombras é «uma visão corajosa e crua da humanidade que nos obriga, aqui e agora, a questionar a relação entre os nossos ideais e as inevitáveis sombras inerentes à sua almejada concretização». A cerimónia vai contar com a presença do autor, o professor João de Melo.


Na Sessão de Abertura do Congresso, que se realizará no dia 13 de maio pelas 10 horas, a FENPROF irá contar com a presença do senhor presidente da Câmara Municipal de Viseu, Fernando Ruas. Na Sessão de Encerramento, prevista para as 19 horas do dia 14 de maio, estará presente a Secretária-geral da CGTP-IN, Isabel Camarinha.


Na véspera do Congresso, terá lugar um Seminário Internacional, com a presença das delegações estrangeiras convidadas para o 14.º Congresso Nacional dos Professores, que se realizará no Porto, a 12 de maio, no TRYP Porto Expo Hotel. Com o mesmo lema do 14.º Congresso, o Seminário Internacional é também uma iniciativa de grande importância para os professores portugueses e para a ação da FENPROF no plano internacional, pois permitirá cruzar experiências, realidades e estratégias de intervenção, não só para o plano interno, mas também no âmbito da ação da FENPROF nas organizações, além-fronteiras, que a FENPROF integra, quer a nível geral, quer setorial.



Commentaires


bottom of page