top of page

Greve Nacional dos Professores em dia de ministro na Assembleia da República


Ao início da manhã já eram muitos os dados que indiciavam uma grande Greve Nacional dos Professores e Educadores. Falando aos órgãos de comunicação social, em Coimbra, às primeiras horas da manhã, Mário Nogueira deixava claro que chegou a altura de o governo e o ministro da Educação se deixarem de palavras e passarem aos atos.


É imprescindível que haja disponibilidade para negociar as condições de exercício da profissão e de carreira dos docentes, de modo a estancar a ferida aberta da falta de professores e do desgaste profissional dos que se encontram no ativo.


Uma profissão precária, uma carreira desconstruída e sem coerência interna, horários completamente desregulados e nalguns casos ilegais, uma contínua e crescente precariedade, a longínqua expetativa do direito a uma profissão estável e o envelhecimento da profissão docentes, a par da falta de vontade política para negociar, estão entre os principais motivos da forte adesão à greve que se verifica hoje em Portugal.


DADOS ÀS 10:00 HORAS (em atualização)

DadosGreve2Nov2022
.pdf
Download PDF • 66KB

SAUDAÇÃO (Frente Comum de Sindicatos da Administração Pública)

Saudação Greve Professores e Educadores
.pdf
Download PDF • 77KB


Comentários


bottom of page