top of page

Greve por distritos chega a Leiria e à Guarda em 27 e 28 de abril, respetivamente


Com uma adesão acima dos 80%, os professores estão a levar o seu protesto, distrito a distrito, fazendo greve. Em cada distrito, são milhares os professores que se concentraram, às 12:00 horas, frente a uma escola e à tarde numa praça da capital de distrito. Será assim, também nos distritos de Leiria e Guarda, onde o secretário-geral e um dos secretários-gerais adjuntos da FENPROF marcarão presença.

Espera-se, por isso, uma forte adesão por parte dos docentes da educação pré-escolar ao ensino secundário, parando toda e qualquer atividade docente a partir das 12:00 horas, nos dois dias.

Em causa está um diploma de concursos que mantém um conjunto elevado de problemas que o tornam num diploma legal, caso venha a ser confirmado pelo Presidente da República, semeador de desigualdade e de falta de sentido de equidade no tratamento dos docentes, independentemente do seu vínculo laboral. Porém, a luta dos professores está focada também em outros aspetos, desde logo, os mais referidos pelos professores, a aposentação e a contagem do tempo de serviço.

Em relação a este último, o ME/Governo não apesentou qualquer proposta de recuperação do tempo de serviço, mas sim, apenas, aceleradores da progressão na carreira, deixando de fora ou criando novas assimetrias para a generalidade dos docentes.

Outras matérias criadas em cima da mesa pelos sindicatos e confirmados pelo ministério são a da redução substancial de burocracia e da criação de condições que reduzam o desgaste dos docentes em monodocência. Porém, até hoje, tal traduziu-se, da parte do governo, num zero rotundo.


Assim, na região centro a luta passará pelos seguintes distritos e com concentrações de professores e educadores nos seguintes locais:


- Leiria:

12:00 horas - Escola Secundária ÊB 2.3 D. Dinis

15:00 horas - Largo 5 de Outubro


- Guarda:

12:00 horas - Escola Secundária da Sé

15:00 horas - Jardim José Lemos


Convidamos a comunicação social a continuar a acompanhar a luta dos professores.

Σχόλια


bottom of page